Segundo dados divulgados pela Anatel nesta segunda, 12, o Brasil fechou novembro de 2014 com 19,81 milhões de acessos de TV paga, uma densidade de 30,2 % dos lares. O balanço da agência reguladora aponta que o DTH o FTTH (fiber to the home) continuam avançando em participação de mercado sobre a plataforma cabo. No início de 2014, as operadoras de DTH e FTTH tinham participação de mercado de 61,72% e 0,22%, respectivamente. O DTH avançou, até o final do penúltimo mês, para 61,96%, enquanto o FTTH fechou o mês com share de 0,45%. Perderam share o cabo, de 37,95% para 37,51%, também de janeiro a novembro, e o MMDS, de 0,09% para 0,06%. O serviço especial de TV por assinatura (TVA) manteve o share de 0,02%.

A queda na participação de mercado do cabo não significa que o serviço através desta plataforma esteja crescendo pouco. As operadoras de cabo conquistaram de janeiro a novembro 523 mil assinantes, alcançando 7,43 milhões de lares.

Grupos econômicos

O grupo econômico que mais cresceu no período foi a Oi, que avançou de um share de 4,57% para 6,08%, chegando a 1,2 milhões de lares. Em termos absolutos, no entanto, e embora tenha perdido share, quem mais cresceu foi a Telmex. As operadoras do grupo (Claro, Embratel e Net) conquistaram no período 772 mil assinantes, chegando a 10,5 milhões. A participação da Telmex caiu de 53,45% para 53,01%.

A Sky, embora tenha conquistado mais de 200 mil assinantes, também perdeu participação, fechando novembro com 5,64 milhões de assinantes e share de 28,48%, contra 29,76% no final de janeiro.

Go to top