O brasileiro é sempre muito tranqüilo e deixa tudo para a última hora. Mais de 1,83 milhões de pessoas ainda não sacaram o PIS/PASEP relativo ao ano-base 2015. É preciso o trabalhador correr, pois o prazo termina no próximo dia 30 de junho. Os contribuintes que têm direito ao benefício são aqueles que estão cadastrados nos programas no mínimo há cinco anos e que tenham trabalhado formalmente por, pelo menos, 30 dias em 2015.

Além disso, esses trabalhadores também devem ter recebido remuneração mensal média de no máximo dois salários mínimos. Para receber basta se dirigir a uma agência da Caixa econômica Federal ou a casa lotérica. Caso esse trabalhador não tenha o cartão, o saque poderá ser feito apenas no banco com um documento de identificação.

"Essa é mais uma graninha que entra no bolso do trabalhador num momento em que o país atravessa uma grave crise econômica e acaba ajudando nas despesas de muitas famílias que estão sufocadas, inclusive com dívidas em atraso", lembra Canindé Pegado, presidente do SINCAB.

O prazo de saque do abono salarial dos programas de Integração Social (PIS) e de Formação do Patrimônio do Servidor Público (PASEP), relativo ao ano-base 2015 termina na sexta-feira (30). O valor do benefício tem limite de R$ 937, equivalente a um salário mínimo.

Os contribuintes que têm direito ao benefício são aqueles que estão cadastrados nos programas no mínimo há cinco anos e que tenham trabalhado formalmente por, pelo menos, 30 dias em 2015. Além disso, esses trabalhadores também devem ter recebido remuneração mensal média de no máximo dois salários mínimos. Vale destacar que é essencial os dados do contribuinte serem informados corretamente pelo empregador na Relação Anual de Informações Sociais (Rais) para o saque do valor.

De acordo com o Ministério do Trabalho, até 31 de maio, 1,83 milhões de pessoas ainda não haviam sacado o abono, o número representa 7,56% do total dos beneficiários. O critério utilizado para determinar o valor a ser recebido é o tempo que o beneficiário trabalhou formalmente em 2015. O PASEP, destinado aos trabalhadores do setor público deve ser recebido no Banco do Brasil, enquanto que o PIS é pago nas agências da Caixa Econômica Federal. A receita dos valores não sacados tem como destino o Fundo de Amparo ao Trabalhador (FAT).

 

Como?

Quem tem direito ao PIS e possui o Cartão Cidadão deve-se dirigir diretamente aos terminais de auto-atendimento da Caixa ou à casa lotérica. Caso esse trabalhador não tenha o cartão, o saque poderá ser feito apenas no banco com um documento de identificação. Mais informações podem ser obtidas pelo telefone 0800 726 0227.

Os trabalhadores com direito ao PASEP devem verificar se houve depósito do benefício em conta. Caso isso não ocorra, é essencial ir até uma agência do Banco do Brasil com documento de identificação em mãos. Quem tiver dúvidas pode ligar no telefone 0800 729 0001.

 

Go to top