Programação TV por Assinatura

O Paramount Channel, novo canal programado pela Viacom que exibe produções dos estúdios Paramount(produções antigas e mais recentes), ganhou oficialmente uma data de estreia.

Leia mais...

A TV paga tem se transformado em um espaço privilegiado de renovação e qualidade e pode estar em processo de equiparação com o cinema na elite do entretenimento. Séries como "Breaking Bad", "House of Cards", "True Detective", "Mad Men", "Boardwalk Empire", "Dexter", "Downton Abbey", entre outras, não só conquistaram prestígio como audiência, além de altos orçamentos. Passaram a influenciar os mercados de diversos países, construíram novas referências e consolidaram o que alguns qualificam de nova fase de ouro da TV - especialmente nos Estados Unidos. "Este é um momento maravilhoso para trabalhar na televisão", disse Vince Gilligan, criador de "Breaking Bad", na segunda-feira, quando ganhou o Emmy de melhor série dramática.

Leia mais...

Crescimento da audiência e da quantidade de canais marcam da TV por assinatura

Foi-se o tempo que ter acesso à TV por assinatura em casa era sinônimo de luxo. Hoje em dia, o serviço está cada vez mais acessível e com cerca de 220 canais disponíveis no Brasil. Ambos fatores fazem com que a adesão seja cada vez maior e levam ao aumento do ibope. Recentemente, foi divulgada uma pesquisa que mostra que a pontuação média de audiência dos canais por assinatura foi de 8,1 pontos no ano passado. Número superior aos dados de canais abertos como Record (5,5) e Band (2,3), juntos.

Leia mais...

Com a TV paga crescendo rapidamente em faturamento e penetração, o Ibope correu para aumentar a sua amostragem de medição de audiência no setor.

A partir do dia 22 deste mês, o instituto expandirá a sua aferição de audiência em TV paga de nove para 15 regiões brasileiras.

Leia mais...

Sony, Warner, Fox, Cartoon Network, Discovery Channel... Desde a chegada da TV por assinatura no Brasil, canais e produções estrangeiras dominam boa parte da grade de programação oferecida ao público brasileiro. Quem andou zapeando pelos canais pagos ultimamente, no entanto, já começou a notar algumas mudanças. É que, desde setembro deste ano, por força de lei, todos os canais fechados de entretenimento devem exibir, obrigatoriamente, três horas e meia por semana de produções nacionais em horário nobre.

Leia mais...

Página 2 de 2

Go to top